História da Ourivesaria Portuguesa

História da Ourivesaria Portuguesa

Portugal, país de seculares tradições na arte da Joalharia Portuguesa, conta com uma valiosa herança de joias de beleza intemporal.

As descobertas marítimas dos Portugueses foram determinantes no grande desenvolvimento do sector Joalheiro em Portugal. As gemas vindas do Oriente já no séc. XV, e mais tarde, no séc. XVIII, a grande afluência de ouro, diamantes, pedras preciosas vindas da colónia do Brasil, enriqueceram a metrópole levando a nobreza e outras classes que entretanto prosperavam, à procura crescente de luxuosas joias quer para ostentação de riqueza e estatuto social, quer como forma de enriquecimento.

Esta abundância de metais e pedras preciosas e a enorme valorização das joias, levaram à criação de grandes mestres de ourivesaria e pedraria que revolucionaram o conceito e as técnicas das joias fabricadas entre os finais do séc. XVIII e inícios do séc. XIX, colocando Portugal numa posição de destaque no panorama da produção de Joalharia na Europa.